COLUNAS



POLITICAGEM

com


Kim Rafael


Avatar Kim Rafael
O ASSASSINO KARL MARX



Karl Marx (direita) e Friedrich Engels, com as filhas do primeiro. Da esquerda para a direita, Jenny, Laura e Eleanor. MARKA / UIG / GETTY IMAGES[1]
 
O que falaram para você sobre Karl Marx?
 
Antes de você me responder, é preciso julgar a árvore pelos frutos antes de receber qualquer conselho de como levar a vida, não é mesmo?
 
Este meliante, que abominava heranças e vivia dela, ou aguardava a morte dos parentes para conseguir uma boquinha... é o primeiro da foto no sentido da esquerda para direita, pomposo, todo metido, posando de bom moço, quando na verdade era o causador da insônia, fome e mortes dos filhos.
 
Karl Marx tinha 7 filhos, NA VERDADE eram 8, pois o oitavo teve que ser jogado fora, pela concepção ser fora do casamento, entre ele e a governanta da própria casa, então o amigo para toda obra, literalmente, o que financiava e levou o oitavo filho para criar, Friedrich Engels quem financiava suas ideias.
 
Os quatros primeiros filhos de Marx morreram de fome, pois o autor das teorias miseráveis teve que viver da experiência da vida medíocre que levava, era para quê? Teste? Não, preguiça de trabalhar, de sujeitar-se ao trabalho... e os filhos que se lasquem.
 
Já as que aparecem na foto, a única que não teve escolha da morte foi a Jenny, que morreu de câncer. Já as outras duas da foto, se suicidaram.
 
E você ainda com essas teorias falíveis de Marx.
 
A teoria marxista era tão tênue no âmbito da miséria e a morte, que a própria filha Laura, juntamente com o seu marido Paul de comum acordo resolveram se suicidarem juntos, pois não conseguiram encontrar a felicidade diante da vida que levavam, nem desfrutar dos prazeres da existência.
 
É isso que te fazem acreditar, que nada vale a pena, aí é revolução para tudo que é lado, sem mitigar o objetivo da prole, trabalhar, casar e ter filhos... viver uma vida abundante. Para eles quanto mais mediocridade mais perto da perfeição... mas é claro, é você quem escolhe, sobretudo quando tratamos dos conselhos como se fossem frutos, agora, a árvore é você quem julga e/ou escolhe.
 
 
 
 
 

[1] brasil.elpais.com...249_396721.html

Sobre Kim Rafael

Colunista


Sobre a Coluna

POLITICAGEM



COMENTÁRIOS