POLÍTICA

Os desamigos do Roberto Requião

Durante os anos na política paranaense, desde 1985, o ex-senador paranaense colecionou uma série de inimizades pelo temperamento arrogante e por insultos aos companheiros, jornalistas, ao cidadão, criando um ambiente propício para perder o MDB do Paraná para o deputado estadual Anibelli Neto, em julho passado, que o levaram a procurar um novo abrigo partidário, em parte por dar ouvido as intrigas de bastidores, e por isso está a caminho de se filiar ao PT, organizadores da “Caravana Requião”, segundo militantes de esquerda.

Um antigo colaborador me disse na semana passada que ele não tem inimigos, tem desamigos e novos amigos, hoje são do PT, prontos para uma aventura eleitoral na legenda de Luiz Inácio Lula da Silva no próximo ano, na esperança de uma boquinha em Itaipu, caso o petista vença nas urnas o atual presidente Jair Bolsonaro.

Dentro do Partido dos Trabalhadores ninguém acredita em vitória ou nem mesmo um segundo turno, só em um palanque para Lula no Paraná para tentar chegar ao segundo turno das eleições presidências.

Informações do Blog do Tupan.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   08/12/2021 12h40





POLÍTICA  |   07/12/2021 04h10


POLÍTICA  |   06/12/2021 04h15