MARINGÁ

Prefeitura de Maringá investirá mais de R$ 20 milhões em mutirão de cirurgias, consultas e exames

A Prefeitura de Maringá iniciará um mutirão de cirurgias eletivas, consultas especializadas e exames na próxima semana. Com mais de R$ 20 milhões de investimentos de recursos próprios, poderão ser realizadas, mensalmente, cerca de 10 mil consultas especializadas, 750 cirurgias eletivas e 14 mil exames, de domingo a domingo, dependendo da capacidade de atendimento dos hospitais. O lançamento do mutirão será na próxima quarta, 24, no Hospital Municipal.

As cirurgias serão realizadas no Hospital Municipal, Santa Rita, Santa Casa, Hospital Universitário e Memorial. Parte dos exames será no Hospital do Câncer. Os estabelecimentos particulares foram conveniados para atender a demanda do Município.

O secretário de Saúde, Marcelo Puzzi, ressalta que as cirurgias eletivas ficaram cerca de 18 meses suspensas em todo o Estado para o enfrentamento da pandemia da covid-19. Mas neste ano, a Prefeitura de Maringá realizou mais de 5 mil cirurgias eletivas sem complexidade - quando o paciente não ocupa leitos pós cirúrgicos ou UTI. São cerca de 8 mil pessoas na fila aguardando por cirurgias eletivas.

“O mutirão será intensificado para os casos represados durante a pandemia, além das urgências. O objetivo é ampliar ainda mais para o próximo ano o número de procedimentos mensais. Estamos dispostos a investir, dependemos apenas da disponibilidade dos hospitais conveniados”, explica Puzzi, alertando que é importante lembrar que a fila não é zerada porque todos os dias há novos pedidos de cirurgias, consultas e exames.

A Secretaria de Saúde fará contato com todos os pacientes que estão na fila de espera. É importante que, pessoas que não têm cadastro atualizado, compareçam às unidades de saúde referência mais próxima de sua casa para atualização. Após o contato, é feito o encaminhamento para realização dos procedimentos nos hospitais conveniados




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM