TECNOLOGIA

Promessa no Twitter: Musk já vendeu 5,4% de suas ações da Tesla


Imagem: Headlights

Elon Musk parece continuar firme com seu propósito, assumido a partir de uma enquete com seus seguidores no Twitter, de vender 10% de suas ações da Tesla. De acordo com um relatório da Securities and Exchange Commission (SEC) dos EUA, somente na terça-feira (23) o bilionário vendeu mais 934 mil ações da empresa por cerca de US$ 1,05 bilhão, o equivalente a R$ 5,9 bilhões.

Desde o dia 8 novembro (dia seguinte da enquete) até agora, foram vendidas quase 9,2 milhões de ações que atingiram um valor aproximado de US$ 9,85 bilhões (R$ 55,3 bilhões). Como Musk possuía mais de 170 milhões de ações da Tesla em setembro, segundo a Bloomberg, o valor já vendido representa mais do que a metade das 17 milhões prometidas.

Quando realizou a pesquisa no Twitter, Elon Musk explicou que, por não receber salário, a única maneira de ele pagar impostos seria vendendo suas ações. Ao fazer o que foi determinado por 58% dos seus seguidores, o bilionário foi tributado em US$ 3,5 bilhões (R$ 19,6 bilhões) segundo o The Wall Street Journal. Nesse sentido, ele foi beneficiado pela queda no valor das ações ocorrido justamente pela venda anunciada (uma economia de US$ 480 milhões).

Homem mais rico do mundo

Desde que começou a se desfazer de parte da sua participação na empresa, as ações da Tesla experimentaram um movimento de queda. Após atingir um pico recorde de US$ 1.240 no dia 4 de novembro, o papel sofreu uma baixa intradiária de até US$ 979 no dia 15 de novembro. Após a segunda investida de Musk ontem (23), a ação fechou em US$ 1.109,03.

Além de fazer com que o bilionário americano comece finalmente a pagar impostos, as ações da Tesla, que valiam menos de US$ 140 antes do início da pandemia, transformaram Elon Musk no homem mais rico do planeta, com uma fortuna estimada em US$ 289,7 bilhões.

 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



TECNOLOGIA  |   01/12/2021 06h26





TECNOLOGIA  |   25/11/2021 10h49


TECNOLOGIA  |   25/11/2021 10h23