ESPORTES

Corinthians aguarda sinalização de Cavani, mas busca nomes


Foto: Reuters

Não é segredo para ninguém que o Corinthians quer um centroavante de peso para 2022 e que o clube procurou informações sobre Talisca e Cavani.

Mas, a situação de ambos os jogadores é considerada bastante complexa. Por isso, o clima dentro do Parque São Jorge é mais de esperança e estudo por oportunidades do que de otimismo em relação a chance de sucesso nessas contratações.

Carta fora do baralho

Talisca já é considerado carta fora do baralho por alguns dirigentes. Apenas uma grande e improvável mudança no cenário colocaria o jogador perto do Timão novamente.

O atacante tem contrato com o Al Nassr, da Arábia Saudita, até junho de 2024. Após os sauditas pagarem parte das pendências salarias nesta semana, a rescisão do vínculo, que estava nos planos do staff do atleta de 27 anos, ficou inviável.

Em maio deste ano, o Al Nassr arcou com aproximadamente de 8 milhões de euros, cerca de R$ 50 milhões à época, segundo informações veiculadas pela imprensa, para tirar Talisca do futebol chinês.

Concorrência pesada

Sobre Cavani, o maior obstáculo é o interesse declarado de clubes europeus no centroavante de 34 anos.

O Corinthians não descarta apresentar um projeto ousado ao uruguaio, mas sabe que não tem como competir com uma eventual proposta de uma grande equipe do Velho Continente, que poderá ofertar cifras em euro, uma moeda muito mais valorizada que o real.

Para Cavani reforçar o Corinthians em 2022, o jogador teria de conseguir sua rescisão com o Manchester United, com quem tem contrato até junho de 2022, topar reduzir o salário e recusar interessados europeus.

Ou seja, não é uma situação simples, tampouco que traga qualquer sentimento de otimismo.

Ainda assim, a diretoria alvinegra não jogou a toalha e espera uma sinalização para dar o próximo passo.

O clube paulista pretende dar andamento nas conversas com o empresário de Cavani até que haja alguma convicção sobre as possibilidades, sejam elas positivas ou negativas. Por ora, sequer houve uma negociação.

Novo nome

Enquanto isso, a cúpula do departamento de futebol do Corinthians não quer perder tempo e busca uma alternativa diante da dificuldade, que pode se tornar inviabilidade rapidamente, sobre Cavani.

Internamente, há uma expectativa grande para que um novo alvo seja definido logo. A mudança de foco do Corinthians no mercado é a principal tendência nesse momento.

O surgimento de uma novidade, de um novo nome em discussão, é um cenário com mais potencial do que a confiança no avanço das conversas com Cavani.

Pés no chão

O objetivo é fechar algum negócio ainda em 2021, sem a necessidade de pagamento de multa rescisória. Por isso, a prioridade é ganhar tempo. O clube tem recebido ofertas de diversos empresários de todo o mundo e varrido o mercado. A meta é encontrar um novo camisa 9 de alto nível dentro desta estratégia.

A fim de evitar uma profunda frustração na torcida corintiana, o presidente Duilio Monteiro Alves não deve se manifestar publicamente sobre os temas enquanto não houver nada mais concreto.

Os dirigentes Roberto de Andrade e Alessandro Nunes também prometem adotar discursos cautelosos.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM