SAÚDE

Com foco em saúde púbica e apoio aos municípios, Tecpar diversifica ações em 2021

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) consolidou em 2021 sua atuação como laboratório público de referência no controle da raiva animal no Brasil. O instituto é responsável pela produção da vacina antirrábica utilizada em campanhas nacionais de vacinação de cães e gatos. Neste ano, o Tecpar forneceu 19 milhões de doses do imunobiológico ao Ministério da Saúde, que foram destinadas para todo o país.

Com o imunobiológico produzido no Paraná há mais de 50 anos, o Instituto apoiou o Brasil no controle da transmissão da raiva humana e animal. Em setembro, esse trabalho foi reconhecido pelo Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Paraná (Sindivet-PR), que concedeu ao instituto o “Prêmio Vacina – 2021” por sua atuação na área.

O Tecpar também implantou um importante serviço de apoio no controle da raiva, que é o Teste de Sorologia Antirrábica. O exame detecta se a vacina antirrábica animal aplicada já surtiu efeito e gerou resposta imunológica. Para oferecer o serviço, o Tecpar modernizou seu complexo laboratorial e se tornou o único do Sul do Brasil a ser credenciado pelos Estados Unidos e pela União Europeia para realizar o exame de sorologia antirrábica.

O credenciamento foi concedido pelo Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos EUA, e pela agência francesa Anses-Nancy (laboratório de referência da UE). O exame de sorologia é uma exigência legal para que os animais possam embarcar para essas regiões.

“Em 2021, o Tecpar seguiu avançando como polo de tecnologia e inovação, sem deixar de lado esta responsabilidade histórica com a saúde pública brasileira, que é o fornecimento da vacina antirrábica. Com o exame de sorologia, ampliamos o atendimento à população, clínicas e médicos veterinários que buscam por este serviço, reforçando nosso papel como laboratório público de referência no combate à raiva animal”, salienta o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado.

Ainda na área da saúde, o instituto trabalhou para contribuir com a autonomia do parque industrial da saúde brasileiro. Para isso, atuou na prospecção de parcerias para produção nacional de vacinas e kits diagnósticos, com o intuito de contribuir para o abastecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em integração com o setor privado, o Tecpar trabalha como parceiro do Observatório Sistema Fiep na elaboração do Roadmap Biotecnologia 2031 no segmento da saúde. As instituições estão realizando uma série de encontros para fortalecer a área de biotecnologia no Paraná e construindo um mapeamento dos caminhos para o setor, tendo como horizonte temporal o ano de 2031.

ORGÂNICOS - Em reforço às ações municipalistas do Governo do Estado, o Tecpar, em parceria com a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), iniciou um projeto pioneiro para que busca ampliar a certificação de produtos orgânicos nos municípios, com foco no desenvolvimento regional sustentável.

“A certificação de orgânicos é uma oportunidade para o desenvolvimento da produção de pequenos agricultores familiares, trazendo benefícios como a geração de empregos, aumento de renda, profissionalização e acesso a novos mercados”, afirma Jorge Callado.

O Instituto oferece treinamento para servidores municipais a respeito das normas da produção orgânica que devem ser seguidas pelos produtores que buscam a certificação. A AMP é responsável pela organização e divulgação das capacitações junto às associações regionais. Até agora, foram capacitados técnicos de 22 municípios ligados à Associação dos Municípios do Centro do Paraná (Amocentro) e à Associação dos Municípios do Litoral do Paraná (Amlipa).

Por meio do Paraná Mais Orgânico, O Tecpar já certificou 126 produtores em 2021. Este é um programa do Governo do Estado que orienta e certifica agricultores familiares interessados em produzir alimentos orgânicos.

GESTÃO DE QUALIDADE - Na área de sistemas e produtos, o Tecpar concedeu certificações do Sistema de Gestão de Qualidade ISO 9001 a empresas de todo o Brasil. Entre elas estão a Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas da Fundação Osvaldo Cruz (Cogepe/Fiocruz); a Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil (PTI) e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Paraná (OAB-PR), que foi a primeira seccional da OAB a implementar a certificação e ser aprovada no processo.

SUSTENTABILIDADE - O Tecpar reforçou o compromisso com a sustentabilidade ao lançar a sua agenda ambiental, social e de governança (ESG, na sigla em inglês). A iniciativa é alinhada ao Governo do Estado, o primeiro a lançar comitê público-privado sobre ESG do País.

O destaque na área ambiental foi o Sistema CarbonCert, programa de certificação que atesta conformidade do registro de emissões de carbono das organizações, desenvolvido pelo Tecpar e pelo Centro de Excelência em Pesquisas sobre Biomassa e Carbono (Biofix/UFPR). Com certificado, instituições podem computar ações ESG para mitigação das mudanças climáticas. A empresa que recebeu o primeiro certificado foi a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

PARCERIAS - Jorge Callado destaca que o Tecpar também colocou suas soluções tecnológicas à disposição para apoiar instituições e órgãos públicos. Uma das parcerias foi com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), para realização de inspeções, perícias e atividades técnicas, para instrução de processos judiciais e procedimentos extrajudiciais.

“Também trabalhamos em conjunto com a Sanepar em uma série de ações de melhoria da qualidade da água. Para isso, modernizamos nossos laboratórios, para receber amostras e realizar ensaios com mais eficiência e agilidade”, enfatiza.

Por meio de consultoria técnica, o Tecpar também colaborou para que Sanepar obtivesse a acreditação de quatro grandes laboratórios de análises de água e esgoto. A acreditação é o reconhecimento junto à Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (CGRE) de que os laboratórios operam com sistema de gestão de qualidade e tecnicamente competente.

Com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), participa de um projeto que busca combater o comércio e uso ilegais de agrotóxicos.

O Tecpar firmou, também em 2021, uma parceria para o desenvolvimento de ações na área de consultoria técnica com a Fundação de Saúde Itaiguapy, administradora do Hospital Ministro Costa Cavalcanti – mantida pela Itaipu Binacional. Pelo acordo, o Instituto oferecerá ao hospital consultoria técnica e treinamentos para acreditação de laboratórios de ensaios e de calibração, com foco na implantação da norma ISO 17025 no Centro de Medicina Tropical (CMT) da instituição.

PESQUISA - A revista científica do Tecpar – Brazilian Archives of Biology and Technology (BABT) – comemorou em 2021 a marca de 4.500 artigos publicados em 75 anos de veiculação. O periódico está entre as publicações brasileiras que têm a visibilidade auditada pelo Journal of Citation Report (JCR), da Clarivate Analytics, que seleciona os periódicos científicos mais expressivos em todo o mundo.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM