TECNOLOGIA

Como surgiram os celulares?


ADS BY

Presente no cotidiano de milhões de pessoas, os celulares são um objeto de extrema importância para a sociedade. O aparelho pode ser utilizado para trabalhar, socializar e se divertir.

Porém, levou mais de 50 anos para o aparelho ser desenvolvido. Em 16 de outubro de 1956 foi criada a tecnologia para originar o primeiro celular. Já em 1973, foi criado o primeiro telemóvel.

Origem dos celulares


A história começa anos antes, em 1888, quando o físico alemão Heinrich Hertz (homenageado com a unidade de medida de frequência, Hertz), transmitiu pela primeira vez códigos sonoros pelo ar. Isso possibilitou o desenvolvimento dos rádios e a primeira ligação telefônica internacional, em 1914.

Já em 1940, 26 anos depois, foi criado o primeiro sistema de comunicação à distância. Isso possibilitou a mudança de canais de frequência, evitando que acontecessem interceptações de sinais. Em 1947, a empresa norte-americana Bell, que atualmente faz parte da AT&T, utilizou essa tecnologia para criar um sistema telefônico ligado por várias antenas, chamadas de células. Sendo essa a origem do nome “celular”.

Em meados de 1956 a Ericsson uniu todas essas tecnologias para desenvolver o celular. Nomeado como Ericsson MTA (Mobilie Telephony A), o aparelho só era móvel se fosse transportado dentro de um carro. Isso porque ele pesava quase 40 quilos. Outro fato é que seu alto custo dificultava sua popularização.

A história começa anos antes, em 1888, quando o físico alemão Heinrich Hertz (homenageado com a unidade de medida de frequência, Hertz), transmitiu pela primeira vez códigos sonoros pelo ar. Isso possibilitou o desenvolvimento dos rádios e a primeira ligação telefônica internacional, em 1914.

Já em 1940, 26 anos depois, foi criado o primeiro sistema de comunicação à distância. Isso possibilitou a mudança de canais de frequência, evitando que acontecessem interceptações de sinais. Em 1947, a empresa norte-americana Bell, que atualmente faz parte da AT&T, utilizou essa tecnologia para criar um sistema telefônico ligado por várias antenas, chamadas de células. Sendo essa a origem do nome “celular”.

Em meados de 1956 a Ericsson uniu todas essas tecnologias para desenvolver o celular. Nomeado como Ericsson MTA (Mobilie Telephony A), o aparelho só era móvel se fosse transportado dentro de um carro. Isso porque ele pesava quase 40 quilos. Outro fato é que seu alto custo dificultava sua popularização.

Martin Cooper: o pai do celular


Martin Cooper (1928) é considerado o pai dos celulares. O engenheiro foi responsável por liderar a equipe que criou o Motorola Dynatac 8000X. Cooper assumiu o cargo em 1970. Foi divulgado, à época, que o primeiro protótipo que funcionou levou 90 dias para ficar pronto.

O Motorola Dynatac 8000X possuía as dimensões de 33 cm por 8,9 cm, e 4,4cm de profundidade. A bateria, que durava cerca de 20 minutos, poderia levar até dez horas para ser carregada. O produto foi comercializado com o valor inicial de 3.995 dólares.

Criação dos smartphones



Na década de 90, os celulares ganharam novas tecnologias. Em 1992 foi lançado o primeiro smartphone. Criado pela IBM, o Simon permitia criar uma lista de tarefas, adicionar uma agenda e fazer chamadas. Cerca de mil aparelhos foram vendidos pelo preço de 900 dólares.

Já durante os anos 1990 e 2000, a Nokia tornou-se um dos maiores fabricantes. Após investimentos em pesquisas, transformaram os celulares em aparelhos mais compactos e amigáveis.

Vale lembrar que nesse período o Blackberry também dominava o mercado.

Já em 2007, Steve Jobs lançou o Iphone. Com o valor entre 500 e 600 dólares, o celular foi apresentado durante uma conferência Macworld, em São Francisco, no dia 9 de janeiro.

O aparelho possuía acesso a um browser de internet e um MP3 player. Também foram mantidas as funções de um aparelho celular que já haviam sido lançados.

 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



TECNOLOGIA  |   18/01/2022 17h15





TECNOLOGIA  |   17/01/2022 06h19


TECNOLOGIA  |   16/01/2022 14h46