ESPORTES

GP Brasil é notificado pelo Procon e autoriza entrada com alimentos
onforme descrito no portal do GP Brasil, estava proibido o ingresso de qualquer alimento e bebida - inclusive para o consumo próprio

Depois de serem notificados pelo Procon, os organizadores do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 autorizaram a entrada dos espectadores com alimentos. No entanto, adiantam que vão seguir as regras da Polícia Militar e da vigilância sanitária.

Conforme descrito no portal do GP Brasil, estava proibido o ingresso de qualquer alimento e bebida – inclusive para o consumo próprio. O órgão entendeu que o veto fere o Código de Defesa do Consumidor.



A recomendação é que somente sejam proibidos os alimentos cujas embalagens impliquem em risco à segurança dos frequentadores.

Não permitir que as pessoas consumam alimentos comprados fora do evento sem justificativa compatível com o resguardo da segurança e saúde dos consumidores pode configurar prática abusiva, diz um comunicado do Procon.

Será considerado um limite de até três itens por pessoa desde que devidamente lacrados, como: alimentos industrializados, biscoitos, torradas, barras de cereal entre outros da mesma categoria e frutas cortadas e acondicionadas em embalagem transparente e não rígida.

​A quantidade que exceder este limite poderá ser descartada na entrada do evento.

A estimativa é de um público de 50 mil pessoas em Interlagos.

*Com informações do repórter Daniel Lian





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESPORTES  |   12/05/2021 11h19


ESPORTES  |   12/05/2021 11h12


ESPORTES  |   10/05/2021 19h29