MARINGÁ

Indenização para a TCCC deve ter desdobramento

A notícia de que a Prefeitura de Maringá deverá indenizar a TCCC, concessionária do transporte coletivo urbano, num valor muito alto (hoje, R$ 130 milhões, sem correção), por causa de desequilíbrio econômico-financeiro em relação ao estabelecido contratualmente, deve ter desdobramento. Duas ações pedem na justiça que o município faça a sua parte no contrato.

A administração municipal não quer que o caso se torne um episódio como o da trimestralidade, que levou décadas para ser resolvida e quase colocou os cofres públicos em dificuldade. As contas feitas pela prefeitura apontam valor menor de indenização, mas parece existir desde já a compreensão de que a situação tem que ser resolvida assim que possível.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MARINGÁ  |   25/05/2022 17h02





MARINGÁ  |   24/05/2022 19h24