ESPORTES

Josh Wander garante que Vasco x Flamengo no domingo será o "último com desvantagem no orçamento"
No Rio em tratativas para a compra da SAF vascaína, principal investidor da 777 adianta que sua equipe já trabalha em conjunto com o clube em busca de reforços para a Série B


Foto: Felippe Costa/ge

Josh Wander, principal investidor do grupo 777 Partners, que negocia a compra da SAF do Vasco, fez uma promessa à torcida. Nesta sexta-feira, ao falar do clássico de domingo diante do Flamengo, pela semifinal do Campeonato Carioca, o americano comentou a atual disparidade de investimento entre os clubes. Em entrevista ao ge, garantiu que tal realidade, em breve, fará parte do passado.

- Eu espero ver uma vitória domingo no Maracanã. Encontrei os jogadores ontem, todos estavam muito animados com esse projeto, que vai ser benéfico não só para o Vasco, mas para o futebol brasileiro em geral. Tem uma promessa que eu posso fazer para os torcedores do Vasco: essa vai ser a última vez na história que o Vasco vai jogar contra o Flamengo com uma desvantagem no orçamento - disse Josh Wander.

Após a visita ao complexo de São Januário, na manhã desta sexta, Josh recebeu a equipe da Globo para falar sobre sua primeira impressão do clube. O investidor adiantou que sua equipe já trabalha em conjunto com o Vasco em busca de reforços para a Série B.

- Enquanto conversamos, nossa equipe e o Vasco estão trabalhando para identificar talentos que podem ajudar imediatamente. Uma das particularidades da participação da 777, não só no Vasco mas em outros clubes pelo mundo, é que temos uma série de recursos que permitem identificar os melhores talentos e termos a possibilidade de fazer anúncios num futuro breve.

O executivo chegou ao Rio na última quinta-feira, quando visitou os CTs Moacyr Barbosa e Base Forte e se encontrou com os jogadores do time profissional do Vasco. Na manhã desta sexta, Josh visitou São Januário, acompanhou treinos da base e foi à escola do clube. O sócio da 777 se disse impressionado com o que viu e disposto a investir na modernização do estádio.

- É incrível ver estruturas que estão aqui por 100 anos. Eu acho que o estádio hoje é um belo estádio, e a gente realmente entende a história andando através dele, mas claro que pode ser melhorado. Estamos animados em fornecer os recursos para isso e esperamos embarcar em um projeto nos próximos anos para restaurar completamente as duas partes do estádio, a fachada, que são historicamente importantes, mas também modernizar para dar aos torcedores uma melhor experiência, que nos permitirá também um melhor engajamento.

Na agenda dos sócios da 777 está um encontro com o prefeito do Rio de Janeiro, que acontece no início da tarde desta sexta. Josh explica que a ideia é falar sobre os investimentos que a empresa está disposta a fazer no Vasco e, consequentemente, na cidade.

- É basicamente para nos conhecermos, já que é a nossa primeira vez que estamos aqui e é sempre bom conhecer a liderança politica. Eu espero que possamos falar das instalações, do time e dos nossos planos de expansão no futuro e construir uma relação com eles. Queremos fazer parte não só do Vasco, mas da cidade, queremos ajudar o máximo a desenvolver em volta do Vasco, para nos tornarmos parte da cultura da sociedade.

A visita do grupo americano termina no domingo. Eles deixam o Rio de Janeiro após assistirem ao clássico contra o Flamengo, no Maracanã, válido pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Carioca. Na ida, o rival rubro-negro venceu por 1 a 0.

O papo com Josh Wander:

Investimento no Vasco

- Uma experiência incrível ver que todos nesse país sabem da tradição e cultura do Vasco, motivo de orgulho para os torcedores. Estamos muito animados em preservar essa história e ajudar a trazer o Vasco para o século 21, recuperar seu espaço no futebol internacional. A responsabilidade que precisamos levar mais a sério é preservar e perpetuar a tradição social, que para nós é único na agenda da 777. Levamos essa responsabilidade muito a sério, juntamente com a responsabilidade de ajudar a recuperar a performance do time, melhorar as instalações, o engajamento do torcedor, mas a responsabilidade social é uma particularidade.

Vasco vai usar o Maracanã?

- Tem muita discussão sobre isso, é algo interessante para o clube no curto prazo, mas estamos começando a chegar no estádio e entender os projetos em potencial. Teremos um trabalho pela frente para definir o que é melhor, mas achamos essa possibilidade interessante.

O que vai levar da primeira visita ao Brasil?

- A primeira coisa que vou levar é a minha nova carteirinha de sócio do Vasco, vou colocar na parede do meu escritório em Miami. Tenho certeza que minha esposa vai querer alguma coisa, vou levar para ela um presente, alguma coisa bem brasileira também para minha filha. Aceito sugestões (risos). Ela tem 21 meses, então não pode ser caipirinha. Talvez para minha esposa.

Encontrou o que esperava no Vasco?

- Honestamente, é melhor do que eu esperava. Eu tinha uma ideia geral sobre o clube, a gestão, as instalações... Fiquei impressionado com o CT, as pessoas, o departamento médico, o time de futebol. Foi muito animador visitar hoje a escola, encontrar os jovens que crescem como jogadores do Vasco. É legal ver o ambiente familiar que as pessoas vivem no Brasil. Estamos animados para perpetuar esse legado.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESPORTES  |   02/07/2022 20h03





ESPORTES  |   02/07/2022 08h16