ESPORTES

Flamengo otimista e Athletico-PR senhor do tempo: entenda o jogo de paciência por Santos
A nove dias do fim das inscrições para a primeira fase da Libertadores, clube carioca confia no acerto e conta com o desejo do goleiro, mas paranaenses estão irredutíveis até o momento


Gustavo Oliveira/Athletico

O Flamengo estica a corda com limite bem definido: 3 milhões de euros (R$ 16 mi) de investimento. O Athletico-PR faz jogo duro e não aceita reduzir a pedida: quer receber 3,5 milhões de euros pela venda (R$ 18,6 mi). E, com a fase de grupos da Libertadores como norte, restam nove dias para saber se alguém aceitará flexibilizar para que Santos troque de clube rubro-negro.

Há otimismo no Flamengo, pois, das três pontas da negociação, duas são favoráveis. A outra não se opõe, mas quer tirar o máximo de um adversário reconhecidamente rico e tem o tempo ao seu favor. Gosta, aliás, de trabalhar com essa pressão, potencializada pela proximidade do fim do prazo de inscrições.

Como se sabe, o goleiro de 32 anos, avalizado por Paulo Sousa, é prioridade no Ninho do Urubu. Santos vê o negócio como interessante para sua carreira e já tem acordo verbal por um contrato de quatro anos com o Flamengo. Por outro lado, já deixou claro que não forçará a saída e respeitará a autonomia do Athletico, que congela as conversas enquanto os cariocas não se aproximam do valor da multa rescisória.

A proposta inicial do Flamengo era de 2,5 milhões de euros (R$ 13,3 mi), recusada pelos paranaenses há cerca de um mês. Com a variação cambial que resultou na queda do euro, o clube carioca aceita subir o valor para 3 milhões de euros e busca uma sinalização positiva do Athletico. As informações vindas de Curitiba, por sua vez, indicam que Mario Celso Petraglia, homem-forte do clube paranaense, segue irredutível. O número de parcelas também é discutido

+ Arão entra no top-100 de jogadores com mais gols pelo Flamengo: "Muita honra pelo tamanho do clube"

Pessoas próximas a Santos acreditam que com a proximidade do fim do prazo de inscrição para a Libertadores, o Furacão buscará um meio-termo devido ao comportamento profissional do goleiro de 32 anos em mais de uma década de clube. "O Petraglia não vai atrapalhar o sonho do rapaz", chegou a comentar um amigo. A situação de momento para os clubes, no entanto, é que a negociação está estagnada.

A janela de transferências no Brasil vai até o dia 12 de abril, mas a lista da fase de grupos da Libertadores precisa ser enviada até as 18h do dia 2 de abril, com no máximo 50 atletas.

São permitidas até cinco pré-inscrições de jogadores com pendências documentais e regularizá-los durante a fase de grupos. Nesses casos, porém, os jogadores têm de estar com situação regular no máximo até as 14h (de Brasília) do dia anterior ao início da terceira rodada da fase em questão. Se isso não acontecer, ele só poderá atuar nas oitavas de final.

Santos é um dos primeiros pedidos de reforços de Paulo Sousa desde que chegou ao Flamengo. Na opinião do treinador, a contratação de um goleiro experiente para dar rodagem a Hugo e com maior capacidade de sequência de jogos do que Diego Alves é fundamental. A diretoria, por sua vez, trata o tema com menos urgência e entende que Diego ainda pode ser útil no decorrer da temporada.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESPORTES  |   02/07/2022 20h03





ESPORTES  |   02/07/2022 08h16