POLÍTICA

Sergio Moro pode sair a deputado federal no Paraná

Com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) de vetar a candidatura do ex-juiz Sergio Moro (UB) no Estado, existe a possibilidade dele disputar uma das 30 cadeiras da Câmara Federal, apesar do desejo ser o Senado Federal, mas há uma pedra no meio do caminho, o presidente Jair Bolsonaro (PL) aceitar a indicação, o que é improvável, pois ele deseja eleger o maior número possível de senadores na eleição de dois de outubro alinhados com os ideais de centro direita.

Jair Bolsonaro prefere dois nomes ao Senado Federal, o desarticulado Paulo Martins (PL) e o deputado estadual Guto Silva (PP), um municipalista, com acesso a prefeitos, vereadores e lideranças paranaenses.

Além do ambiente hostil a candidatura de Sergio Moro, ao Senado, existe a possibilidade do União Brasil ganhar a vice na chapa de Jair Bolsonaro para Luciano Bivar, e todo o Brasil sabe das divergências entre o presidente e o ex-ministro da Justiça e a falta de confiança no ex-juiz da Lava Jato.

Sem alternativa, Sergio Moro deve sair a deputado federal o que ajudaria o partido a fazer de seis a oito federais, fazendo dele um "player" para 2026 no Paraná ou até mesmo em Brasilia, a senador, governador ou presidente, dependendo das articulações e os posicionamentos dele a partir de 2023.

*Com informações do Blog do Tupan.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   03/07/2022 14h14





POLÍTICA  |   03/07/2022 06h08


POLÍTICA  |   01/07/2022 22h13