GERAL

Golpe do empréstimo consignado: entenda o que é e como prevenir


Shutterstock

Durante a pandemia de covid-19, a digitalização de alguns processos serviu como pretexto para o surgimento de novos golpes. Idosos e outros grupos não familiarizados com o ambiente virtual se tornaram vítimas de fraudes, como o golpe do empréstimo consignado.

Oferecido, em geral, para funcionários públicos, aposentados e pensionistas, o valor da parcela do empréstimo consignado é descontado diretamente do contracheque, holerite ou benefício do INSS. Costuma oferecer melhores benefícios que a carta de crédito, devido à baixa taxa de inadimplência, se tornando protagonista de armadilhas contra o público mais vulnerável.

Em janeiro de 2022, o INSS alertou sobre os golpes com crédito consignado, orientando as vítimas sobre quais são os procedimentos padrão ou não. Segundo a Febraban, as fraudes contra clientes de bancos cresceram 165% no primeiro semestre de 2021, em comparação ao mesmo período em 2020. Além disso, as buscas sobre "golpe do empréstimo consignado" tiveram um salto de 250% em abril, de acordo com levantamento do Índice FinanZero de Empréstimos (IFE).

Como os golpistas agem

Em suma, os criminosos se passam por funcionários de instituições financeiras e do próprio INSS, oferecendo o empréstimo com benefícios e vantagens, incluindo alto valor disponível para contratar e taxas reduzidas.

Ao se interessar pela oferta, é solicitada realização de um depósito antecipado para liberarem o valor. Os golpistas ainda podem solicitar dados pessoais e bancários que serão utilizados para abrir contas fraudulentas, solicitar cartões de crédito ou empréstimos, no nome da vítima.

Como se proteger

Além de ficar atento ao receber ofertas desse tipo, siga as seguintes dicas para se manter seguro contra os golpes. A lista inclui orientações do Nubank e também do Governo Federal.

Ao receber uma oferta de crédito, entre em contato com a instituição financeira através de canais oficiais de atendimento e certifique-se da veracidade;
Nenhum empréstimo pedirá por pagamentos antecipados;
Nunca passe informações como dados pessoais, bancários, de login e senha ou endereço, por ligação e mensagem;
Não clique em links de e-mails, SMS ou WhatsApp, de contatos que você não conhece;
Confira o remetente dos e-mails;
Não compartilhe informações e notícias que sem checar a procedência.

Segundo o INSS, nenhum de seus funcionários entrará em contato através de aplicativos de mensagem, SMS, ligação ou e-mail para oferecer serviços de empréstimo consignado, além de não enviar motoboys para a casa dos beneficiários.

Ademais, o INSS não oferece crédito, de maneira que o contrato de empréstimo consignado e cartão de crédito é feito entre o beneficiário e a instituição financeira. Resta ao INSS somente autorizar e aplicar os descontos nas parcelas.

Fui vítima, o que devo fazer?

Caso identifique um empréstimo em seu nome sem sua autorização, a orientação é procurar imediatamente a instituição financeira e registrar uma reclamação no site Consumidor.gov.br. Você pode solicitar virtualmente pelo bloqueio de contratação de operações de crédito consignado através do Meu INSS, disponível como aplicativo ou página da web, ou ligando para a Central 135.

É importante ainda registrar um Boletim de Ocorrência e avisar aos órgãos envolvidos, caso tenha passado seus dados para um golpista, pois caso alguém tente usar seus documentos, as instituições estarão cientes.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM