MARINGÁ

Produtores caseiros têm apoio da Prefeitura de Maringá para a fabricação artesanal


Foto: Vigilância Sanitária/PMM


A Prefeitura de Maringá apoia os produtores caseiros e contribui para o desenvolvimento da produção artesanal no município. A Vigilância Sanitária tem um cadastro com 230 produtores maringaenses que trabalham em casa fazendo bolos, doces, biscoitos, salgados, entre outros alimentos.

Os produtores caseiros cadastrados na Prefeitura de Maringá recebem um rótulo para cada tipo de produto, contendo informações como data de validade, procedência, ingredientes, peso, entre outros. Com a iniciativa, os produtores ampliam suas vendas, já que podem fornecer alimentos para estabelecimentos como supermercados, açougues, feiras, bares, lanchonetes, entre outros.
A médica veterinária da Vigilância Sanitária, Samantha Cristina, informa que para participar o produtor não pode ser estabelecido como empresa. É necessário solicitar uma visita da equipe da Vigilância Sanitária, que fará a vistoria dos produtos, da receita do alimento, das condições do ambiente e verificam se o trabalho está de acordo com as normas sanitárias, garantindo a qualidade dos produtos.

Quem já participa e tem o selo é a confeiteira Michele Ghezzi, que produz alimentos em casa desde 2018. Ela faz bolos, doces, biscoitos salgados e sobremesas, com preços que variam entre R$ 27 e R$ 120. O dinheiro das vendas colabora no orçamento familiar e também ajudou a produtora no tratamento de câncer.

INTEGRAÇÃO - A iniciativa da Secretaria de Saúde também está relacionada com as secretarias de Aceleração Econômica e Turismo (SAET) e a de Trabalho, Renda e Agricultura Familiar (SeTrab) voltadas para pequenos comerciantes e economia criativa. Já foram feitas ações para cervejeiros artesanais, cafeterias, feirantes e artesãos. E, em breve, serão realizados eventos para outros segmentos como movelaria, moda, hamburguerias, entre outros.

Paralelo ao trabalho da Prefeitura de Maringá, a Câmara Municipal vota um projeto de lei de autoria do vereador Paulo Biazon para implantar a Semana Municipal dos Produtos Caseiros, a ser realizada anualmente, na primeira semana do mês de setembro.
Mais informações sobre o Cadastro de Produtor Caseiro podem ser obtidas pelo telefone da Vigilância Sanitária: (44) 3218-3190.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MARINGÁ  |   29/06/2022 16h54





MARINGÁ  |   29/06/2022 14h53


MARINGÁ  |   28/06/2022 16h03