POLÍTICA

Bolsonaro afirma que a gasolina vai ficar R$ 2,00 mais barata; entenda


(Imagem: Montagem/FDR)

A alta dos combustíveis se tornou a principal pauta de reclamação nos últimos meses. Desde 2021, derivados como a gasolina passaram por reajustes significativos. O combustível atingiu a marca de R$ 7 em algumas regiões.

Em um comunicado recente, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que a gasolina poderá ficar até R$ 2 mais barata na venda do litro. O diesel poderá ser vendido a R$ 1 a menos na média atual.

Em entrevista concedida à CBN Recife, Bolsonaro destacou que os preços dos combustíveis continuam em alta em decorrência dos efeitos da guerra entre a Rússia e a Ucrânia que já percorre por mais de 100 dias. Nesta semana notou-se a queda no preço da gasolina em várias localidades.

Em Belo Horizonte, por exemplo, o litro da gasolina caiu de R$ 7,69 para R$ 7,49 em um posto situado na Avenida Raja Gabaglia. Em outro, localizado em Padre Eustáquio, na região Noroeste da metrópole mineira, a cobrança foi reduzida para R$ 7,14.

No Rio de Janeiro, o preço da gasolina nas bombas caiu após a adesão do Estado à redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis. A queda observada foi de menos R$ 0,69 por litro. Assim, o preço do combustível caiu, em média, de R$ 7,74 para R$ 7,69.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLÍTICA  |   17/08/2022 18h50


POLÍTICA  |   17/08/2022 14h56