MARINGÁ

Prefeitura abre inscrições para curso de defesa pessoal para LGBTQIA+ nesta segunda, 25


Arquivo/PMM


Para ampliar as ações de proteção e garantir mais segurança e independência à comunidade LGBTQIA+, a Prefeitura de Maringá abre nesta segunda-feira, 25, às 19h, as inscrições para a turma de defesa pessoal voltada para esse público. Os interessados devem fazer a inscrição pela internet (acesse aqui) até 4 de agosto ou todas as vagas serem preenchidas.

As aulas serão realizadas aos sábados, às 10h30, no Ginásio Valdir Pinheiro, na Vila Olímpica. Podem se inscrever pessoas acima de 18 anos. Durante o curso, realizado pelas secretarias de Esporte e Lazer e Juventude, Cidadania e Migrantes, os participantes vão aprender técnicas básicas para se protegerem em situações de perigo.

Para o secretário de Esporte e Lazer, Robson Xavier, o projeto amplia as ações da gestão municipal para consolidar Maringá como uma cidade inclusiva e voltada às pessoas. "É um instrumento importante e reforça o nosso compromisso no enfrentamento ao preconceito", destaca.

No último sábado, 16, a Prefeitura realizou o aulão inaugural do curso, que reuniu cerca de 20 pessoas. O projeto conta com apoio do Conselho Maringaense de Defesa dos Direitos da População LGBTI+ e da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da OAB Maringá.

CIDADE INCLUSIVA - A Prefeitura de Maringá já tem a Gerência de Diversidade, responsável pelo atendimento e ações para o público LGBTQIA+. Vinculada à Secretaria de Juventude, Cidadania e Migrantes, a gerência oferece mentorias gratuitas voltadas à empregabilidade, capacitação inclusiva para servidores, acolhimento psicológico, entre outros serviços.

Em junho deste ano, a gestão municipal também inaugurou o ambulatório para atendimento de pessoas transexuais e travestis. O objetivo do espaço é reduzir a fila de espera por atendimento, que até então era realizado apenas em Curitiba e demorava de 2 a 3 anos. O ambulatório oferece serviços específicos nas áreas de endocrinologia, psicologia, assistência social e outros.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM