ESPORTES

Gabigol sobre vaias da torcida do Flamengo: “Ingratidão”
Atacante quebrou longo jejum na vitória sobre o Corinthians, na terça-feira (2)


Foto: Reuters

Sem o mesmo brilho das últimas temporadas e longe daquele jogador eficiente e decisivo de 2019, quando o Flamengo conquistou o Brasileiro e a Libertadores, Gabigol tem vivido dias tensos no clube. Passou seis jogos sem fazer gol e acabou contestado várias vezes pelos rubro-negros nos estádios. Recebeu vaias e xingamentos.

Talvez essa fase tenha ficado para trás com o gol que marcou na terça (2), na vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, fora de casa, pelas quartas de final da Libertadores. Ele ampliou o placar após o primeiro gol no clássico, de Arrascaeta, e praticamente carimbou a vaga do Flamengo à semifinal - o outro jogo com o Timão vai ser na terça (9), no Maracanã.

Nessa quarta (3), durante entrevista ao Canal "Fui Clear???", Gabigol reclamou das vaias dos flamenguistas, não só direcionadas a ele, mas a outros colegas de equipe. Disse que soam como ingratidão.

"Vai acontecer de um dia eu sair ... agora os caras vão aposentar, vão chegar caras novos, mas o que eles fizeram fica para sempre no clube. Aí você vai para o estádio vaiar o cara, pô! Eu acho que é ingratidão ... É por isso que eu acho que no Brasil as pessoas dão valor (aos jogadores), quando param ou vão embora ... Eu não consigo entender uma torcida que vai para o estádio vaiar o time."

Nesse período de "seca", Gabigol viu seu colega Pedro deslanchar no ataque do Flamengo e isso também serviu para que aumentassem as cobranças da torcida para que ele voltasse a marcar. Esteve perto disso, mas a trave, os goleiros adversários e a falta de sorte em vários lances o detiveram.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM