POLÍTICA

Pela segunda vez petista é cassado em Curitiba, mas ele vai recorrer da decisão

A Câmara Municipal de Curitiba acabou de cassar o vereador Renato Freitas, membro do Partido dos Trabalhadores, do candidato à presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva, por ter sido acusado de comandar a invasão da Igreja do Rosário no dia cinco de fevereiro passado em Curitiba.

Esta foi a segunda vez que Renato Freitas é cassado neste ano. Na anterior ele conseguiu reverter a decisão na Justiça do Paraná.

Ele vai recorrer da decisão alegando a prescrição do período de julgamento.

Há a possibilidade da primeira suplente Ana Júlia (PT) ser reconduzida ao mandato. Na vez anterior ela ficou apenas um dia como vereadora.

Confira a opinião do comentarista da Jovem Pan Maringá, Fernando Tupan:

 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   07/08/2022 22h49





POLÍTICA  |   06/08/2022 06h55


POLÍTICA  |   05/08/2022 22h52