GERAL

Vereador Nildão garante compra de cinco ônibus escolares para Sarandi, após tentativa de liminar contra

Nesta edição o destaque é a presença do Presidente da Câmara de Vereadores de Sarandi, Eunildo Zanchim "Nildão", comentou sobre a liminar nega pela justiça para anulação de sessão extraordinária para empréstimo da compra de cinco ônibus escolares.

Outro destaque é o depoimento da empresária Mônika Ganem, falou sobre feminicídio e faz um alerta a todas as mulheres sobre suas relações.
 
Confira todos os destaques
 
  • Reunião contra a dengue:
Nesta quarta-feira, dia 29, será realizada no teatro Calil Haddad, e promovido pela Prefeitura de Maringá reunião para detalhar ações da gestão no combate à dengue e anunciar intensificação da estratégia para prevenir a proliferação do mosquito transmissor da doença.
 
  • Sete óbitos causados pela dengue:
O boletim epidemiológico divulgado ontem pela secretaria da saúde do paraná registra sete óbitos por dengue no estado; são cinco mortes a mais que o informe da semana anterior. O número de casos confirmados aumentou em 3.264: passou de 7.618 para 10.882 confirmações, um aumento de 42,82% em relação à semana anterior. São 198 municípios com casos confirmados para a doença.
 
  • Acordo fechado em Mandaguaçu:
Na tarde desta terça-feira (28), a Prefeitura de Mandaguaçu e a Rede Metropolitana fecharam convenio para o atendimento da população da cidade. Em Curitiba, o encontro entre o prefeito Professor Índio com o diretor-geral do Hospital Metropolitano de Sarandi, Conrado Ferri, rendeu frutos para a população de Mandaguaçu. Isso porque no dia 11 de dezembro ficou registrado os primeiros passos para a negociação de concessão.
 
A direção do Hospital Metropolitano, de Sarandi, participou de reunião na Prefeitura de Mandaguaçu e ficou certo que ele atenderá pelo sistema público de saúde da cidade. Antes, o atendimento era feito pelo Hospital São Lourenço.
 
  • Tem fiscalização? 
Será que nossos vereadores estão mesmo fiscalizando, aqui em Maringá existem vários lugares que segundo nosso colunista Emerson Celestino precisam de um olhar mais atento.
 
Assista à edição na integra:






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM