GERAL

Associações, Sindicatos e empresários sugerem que Vereadores doem parte dos salários para fundo da saúde em Maringá
Com a pandemia do coronavírus a contribuição dos políticos é essencial.





DEPOIS DO REAJUSTE DOS SERVIDORES DE 4,5% VOTADO E APROVADO PELOS VEREADORES EM MARINGÁ, A SOCIEDADE ADOTOU UM DISCURSO, DE QUE EM TEMPO DE CORONAVIRUS, E O ESTADO DE EMERGÊNCIA DECRETADO NA REGIÃO, OS VEREADORES PRECISAM ENTRAR COM SUA CONTRIBUIÇÃO PARA DIMINUIR OS IMPACTOS DA DOENÇA EM MARINGÁ. 

Entidades de classe e empresas protocolam nesta quarta-feira (25), junto a Câmara de vereadores de Maringá para que parte dos salários dos vereadores sejam destinados ao fundo da saúde do município. Seria uma forma da classe política da cidade contribuir na luta contra a pandemia do coronavírus (covid-19).

No documento é pedido que essa feita por parte da classe política uma solidariedade, já que a esfera empresarial está fazendo sua parte.
 

Diante da situação de calamidade pública que todos nós estamos passando devido o covid-19 (coronavírus) viemos solicitar um gesto de solidariedade desta casa em beneficio a todos os nossos cidadãos mariangaenses, uma redução dos vencimentos salariais de todos os membros do legislativo. Que este percentual seja destinado ao Fundo Municipal de Saúde.


No ofício, várias empresas, associações e sindicatos apoiam o gesto e pedem que a ação seja feita pela Câmara de Vereadores de Maringá.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM