DIVERSÃO

'O Poderoso Chefão 3' ganhará versão reeditada por Coppola
Versão remontada pelo diretor será lançada nas plataformas digitais a partir de dezembro



A Paramount Pictures anunciou nesta quinta (3/9) que lançará uma nova edição restaurada e reeditada do filme final da trilogia épica de O Poderoso Chefão.

A nova versão de O Poderoso Chefão: Parte III foi remontado pelo diretor Francis Ford Coppola e será lançada nas plataformas digitais a partir de dezembro.

Para o lançamento, o filme ganhou até o novo título. Guerra dos Chefões, Capítulo III: Uma Nova Esper… Não exatamente, mas nesta linha exaustiva, com vírgulas e dois pontos, e até spoiler do final. Vai se chamar O Poderoso Chefão de Mario Puzo, Coda: A Morte de Michael Corleone.

"'O Poderoso Chefão de Mario Puzo, Coda: A Morte de Michael Corleone' é um reconhecimento do título de Mario e também meu preferido, que retrata nossas intenções originais para o que se tornou 'O Poderoso Chefão: Parte III'", disse Coppola, justificando a renomeação.

"Para esta versão, criei um novo começo e fim, reorganizei algumas cenas, tomadas e inclusões musicais. Com essas mudanças, mais a filmagem e o som restaurados, esta é, para mim, uma conclusão mais apropriada para 'O Poderoso Chefão' e 'O Poderoso Chefão: Parte II' e estou grato a Jim Gianopulos e à Paramount por me permitirem revisitá-la".

Pois é, quando o diretor pensou que já estava fora desse mundo, eles o puxaram de volta.

O lançamento vai coincidir com o 30º aniversário do filme, e Coppola espera conseguir um lançamento limitado nos cinemas.

Como os dois filmes anteriores, O Poderoso Chefão: Parte III foi um sucesso de bilheteria e foi indicado a sete prêmios da Academia. Porém, ao contrário dos outros, não ganhou nenhum. A crítica também o considerou o mais fraco dos três. Na verdade, ponderou que nem estaria à altura dos outros dois.

Durante anos, o longa também assombrou Sofia Coppola, filha do diretor, escalada no filme para viver Mary Corleone, filha do protagonista (Al Pacino). Ela foi arrasada pela crítica e praticamente desistiu da carreira de atriz, mas se tornou uma cineasta premiada.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM