DIVERSÃO

Xuxa Meneghel revela como perdeu virgindade e culpa Pelé por decisão traumática



Xuxa Meneghel está lançando o livro Memórias, com o nome bem autoexplicativo, e aproveitou o momento para revelar alguns dos segredos de sua vida. Dentre eles, está tudo que rodeou seu namoro com Pelé, que durou entre 1981 e 1986.

De acordo com o jornal Extra, ela levou um certo “fora” do ídolo do futebol, que estava de olho, na verdade, em Luiza Brunet: “Como ela era comprometida, não se rendeu às cantadas dele. Então, ele pediu meu telefone. No dia seguinte, meu pai me fala: ‘Um guri acaba de ligar aqui para casa dizendo que era o Pelé, imagina! E eu falei que era a rainha Elizabeth e desliguei o telefone na cara dele’“. O trio interagiu numa sessão de fotos.

Foi daí que Pelé resolveu investir em Xuxa, mas o namoro não começou de imediato porque o jogador não queria desvirginar a apresentadora infantil: “Ele disse que não queria ter a responsabilidade de ser o meu primeiro homem“.

A eterna Rainha dos Baixinhos, em seu livro, explicou como resolveu o problema: perdendo a virgindade com um rapaz “não muito memorável” de sua idade, num carro. Daí o romance com o craque engrenou: “Um pouco mais tarde, eu e Pelé começamos a namorar. Foi o primeiro homem mesmo“.

Sobre a polêmica participação no filme Amor Estranho Amor, que ainda lhe rende muita dor de cabeça, Xuxa Meneghel acabou culpando Pelé pela decisão: “Em 1982, fiz um filme a pedido do Pelé, ‘Amor Estranho Amor’, do Walter Hugo Khouri. Apesar de ter Tarcísio Meira e Vera Fischer, odiei fazer. Foi uma experiência péssima. Cedi ao pedido do meu namorado da época e desde então aprendi a respeitar minha própria vontade“.

Por fim, a loira, agora ex-Record, acusou o jogador de ser infiel: “Tenho sentimentos bastante contraditórios quando penso nessa época. Ele tinha mais de uma personalidade: o Pelé, para todo mundo, e o Dico, para mim. O Dico era aquele que jogava buraco com minha mãe, que era o meu namorado. E, às vezes, ele me falava: ‘O Pelé precisa sair hoje’. E nessas eu era traída loucamente. Já aconteceu de, em festas, eu ver que ele estava com marcas de batom na boca que não era o meu. Para ele, aquilo era normal: ‘As mulheres querem ficar com o Pelé’“.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



DIVERSÃO  |  23/10/2020 - 05h





DIVERSÃO  |  22/10/2020 - 11h