MARINGÁ

Fessmuc pede vacinação dos profissionais da Educação antes da volta às aulas na rede municipal



A Federação dos Sindicados dos Servidores Municipais Cutistas do Paraná (Fessmuc) requer que trabalhadores das escolas municipais e dos centros municipais de educação infantil (CMEIs) de Maringá sejam vacinados contra a covid-19 antes da volta às aulas. O ofício foi protocolado pela entidade, nesta terça (12), no Paço Municipal.

Além do protocolo, a secretária de Finanças da Fessmuc, Iraídes Baptistoni, reuniu-se com o chefe de Gabinete, Domingos Trevisan, para tratar do assunto. Uma cópia do documento também foi entregue à Secretaria de Educação de Maringá (Seduc). No entendimento da federação, os profissionais da educação devem ser incluídos no grupo prioritário na campanha de imunização, ao lado dos servidores da saúde. 

"Não há meios de retorno de qualquer atividade presencial, mesmo que parcialmente e de forma gradativa, sem que todos os profissionais da educação estejam completamente imunes ao covid-19", diz trecho do documento da Fessmuc, assinado por Iraídes.

A inclusão dos servidores da educação no grupo prioritário ocorreu em alguns países que já iniciaram a vacinação contra a covid-19, como é o caso da Alemanha. Essa medida permitiria, diz o ofício da Fessmuc, "o retorno às aulas presenciais de forma segura e efetiva".

Continue lendo AQUI.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM