MARINGÁ

Maringá libera a reabertura de espaços socioculturais
Parques, teatros e bibliotecas deverão funcionar de acordo com as medidas preventivas.




Foto: Angelo Rigon

Após um breve período de restrições em virtude do lockdown contra a pandemia de Covid-19, a Prefeitura Municipal de Maringá começou a flexibilizar algumas regras. Foi publicado nesta terça-feira (02/02) um decreto autorizando a reabertura de alguns espaços públicos na cidade. Embora a decisão seja um alivio para a população, a regra que começou a valer a partir do dia seguinte (03/02) estabelece medidas estritas de funcionamento:

Bibliotecas públicas funcionam somente para empréstimos de livros, sem direito a visitação; quem deseja fazer o seu, deverá realizar uma reserva por e-mail (bibiliotecacentro@maringa.pr.gov.br) ou telefone (44 3901-1162) antes de fazer a coleta. Devoluções podem ser efetuadas normalmente; os livros são esterelizados e ficam isolados por sete dias antes serem disponibilizados novamente ao público. Caso o usuário tenha recebido o diagnóstico positivo para Covid-19, avise previamente a biblioteca antes de obter ou devolver um livro.

Parques do Ingá, Japão e Alfredo Nyffeler estão abertos para visita pública, desde que a população não se aglomere; uso de brinquedos e a prática de esportes coletivos também está liberada. Teatros e cinemas seguem regras de distanciamento social, com monitoramento nos acessos; áreas de exposição como o Teatro Calil Haddad impõem um limite de 15 visitantes por vez.

Em estabelecimentos como bares, restaurantes e lojas de conveniência, está liberada a venda de bebidas alcóolicas, uso de música ao vivo, e a instalação de mesas e cadeiras nas calçadas, desde que obedecendo os limites de distância e de pessoas presentes no local.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MARINGÁ  |   16/04/2021 18h35





MARINGÁ  |   16/04/2021 08h14


MARINGÁ  |   16/04/2021 08h12