DIVERSÃO

Justin Timberlake posta carta aberta e pede desculpas a Britney Spears e Janet Jackson
“Eu me beneficiei de um sistema conivente com misoginia e racismo”, diz o cantor.



Justin Timberlake ouviu seu público e atendeu os pedidos para se pronunciar sobre Britney Spears. O cantor vinha sendo procurado pelos fãs desde que o jornal The New York Times lançou o documentário “Framing Britney Spears”, sobre a tutela da ex-namorada dele.

Eu tenho visto as mensagens, as tags, os comentários e preocupações. Quero responder. Eu lamento profundamente pelas vezes na minha vida em que minhas ações contribuíram para o problema, quando falei demais ou quando não falei pelo que era certo. Eu entendo que fiquei aquém nesses momentos, e em muitos outros, e me beneficiei de um sistema conivente com misoginia e racismo.

Eu quero me desculpar especificamente com Britney Spears e Janet Jackson individualmente, porque eu me preocupo e respeito essas mulheres. E sei que falhei.

Também me sinto compelido a responder, em parte, porque todos envolvidos merecem melhor e, mais importante, porque essa é uma conversa da qual eu quero fazer parte e amadurecer com ela, com todo o coração…

A indústria é imperfeita. Ela define homens, especialmente homens brancos, para o sucesso. É estruturada desta maneira. Como homem em uma posição privilegiada, tenho que falar sobre isso. Por toda minha ignorância, eu não reconheci isso enquanto estava acontecendo na minha própria vida, mas não quero me beneficiar de outras pessoas sendo puxadas para baixo de novo.

Eu não tenho sido perfeito ao navegar por tudo isso na minha carreira. Eu sei que esse pedido de desculpas é um primeiro passo e não absolve o passado. Eu quero assumir a responsabilidade por meus passos em falso, assim como ser parte de um mundo que eleva e apoia.

Eu me importo profundamente com o bem-estar das pessoas que amo e amei. Eu posso fazer melhor e vou fazer melhor.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



DIVERSÃO  |   19/04/2021 15h00





DIVERSÃO  |   19/04/2021 04h25