MARINGÁ

Novo decreto determina novas medidas restritivas para conter a covid-19



Nesta terça-feira (16), Maringá registrou 201 novos casos de coronavírus. E a taxa de ocupação de leitos de UTI do setor privado atingiu 100%. Numa série de reuniões que durou o dia todo, uma força de trabalho emergencial definiu medidas para conter o avanço do coronavírus. 

Uma das medidas foi anunciada pelo prefeito Ulisses Maia (PSD) ainda durante a noite nas redes sociais: o adiamento do início das aulas presenciais na rede municipal de ensino para o dia 1º de março. 

Na manhã desta quarta-feira (17), outras medidas foram anunciadas durante reunião no Paço Municipal e um novo decreto será publicado (nº 504/2021). O prefeito participou da reunião de forma remota porque está em isolamento após ter contato com pessoas que testaram positivo para o coronavírus.

Medidas

O novo decreto proíbe o uso de churrasqueiras e salões de festa em condomínios residenciais, clubes sociais e associações recreativas, assim como a realização de quaisquer eventos nesses locais;
Está proibida a realização de eventos, festas e celebrações com mais de 25 pessoas (sem contar crianças de até 12 anos), com ênfase para as chácaras de lazer;
Pelo novo decreto, é proibido utilizar, ceder ou alugar chácara de lazer ou espaço de eventos para festas de qualquer natureza para mais de 25 pessoas.
Continua em vigor o toque de recolher das 23h às 5h. A multa pelo descumprimento é de R$ 200, além de o infrator responder criminalmente.

O decreto também estipula punições. Em caso de descumprimento das medidas, fica estabelecida a multa de R$ 1,5 mil para pessoas físicas e R$ 10 mil para pessoas jurídicas. Em caso de reincidência, as multas serão cobradas em dobro.

FISCALIZAÇÃO - Além disso, será criada uma força-tarefa de fiscalização. As aglomerações e festividades clandestinas são apontadas pelas autoridades de saúde como o principal foco de transmissão do coronavírus em Maringá. 

Há também um consenso de que pequenos descuidos contribuem para o aumento de casos neste momento. São pessoas muito próximas em shoppings e supermercados, gente sem máscara ou com o acessório utilizado de forma errada em parques e restaurantes. Ou ainda as frequentes e descuidadas reuniões familiares. Para conscientizar a população haverá uma mobilização especial. 

A força-tarefa de fiscalização sairá a campo às 17h desta quarta-feira (17).




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MARINGÁ  |   03/03/2021 06h48





MARINGÁ  |   02/03/2021 08h09


MARINGÁ  |   02/03/2021 08h00