DIVERSÃO

Homem que atropelou pai de Nicki Minaj é preso pela polícia dos EUA



A polícia dos Estados Unidos prendeu ontem (17) Charles Polevich, que teria fugido depois de atropelar Robert Maraj, o pai de Nicki Minaj. O acidente aconteceu na sexta-feira (12) e Maraj morreu na madrugada do dia seguinte depois de ter sido levado ao hospital.

Polevich, 70 anos, de acordo com as autoridades, parou rapidamente para perguntar se a vítima estava bem, mas não chamou por socorro. Ele foi solto depois de pagar fiança, mas teve sua carteira de motorista e passaporte apreendidos. Ele também está proibido de deixar o estado de Nova York.

Segundo o oficial Stephen Fitzpatrick, Polevich estava bem ciente do ato que cometeu. "Ele saiu do carro, olhou para o acidentado e teve a decisão consciente de fugir ao invés de ligar para emergência ou chamar uma ambulância." Ele também teria tentado esconder o seu carro.

Nicki Minaj, que teve uma relação conturbada seu pai, não se manifestou publicamente pela morte Robert. Já a sua mãe, Carol Maraj, falou que a família estava aliviada pela prisão do homem que matou seu ex-marido - eles estava separados há muitos anos.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



DIVERSÃO  |   03/03/2021 13h10





DIVERSÃO  |   03/03/2021 12h20


DIVERSÃO  |   03/03/2021 05h50