REGIÃO

Policial de Sarandi é condenado por associação com bicheiros
O investigador recebia propina para não autuar envolvidos no "jogo do bicho"


Foto: Gazeta do Povo

O Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR) condenou um polícial por envolvimento com o "jogo do bicho" em Sarandi/PR; segundo a denúncia, o acusado recebia suborno de bicheiros da região. A decisão foi divulgada pelo órgão nesta quarta-feira (24/02), a investigação apontou que em 2017, o agente recebia R$ 2 mil em propina por mês; o investigador foi condenado por corrupção passiva. Além de ser exonerado do cargo público, o condenado foi obrigado a pagar multa e prestar serviços comunitários.

Além dele, o proprietário e um funcionário da banca do jogo ilegal foram condenados por corrupção ativa. Segundo o MPPR, o dono da banca foi sentenciado a três anos de reclusão; o assistente do proprietário teve a pena convertida em serviços comunitários. Tanto o policial quanto o funcionário da banca terão que prestar os serviços durante um ano, com carga horária de sete horas semanais.

O processo corre sob segredo de Justiça e cabe recurso da decisão.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM