DIVERSÃO

Saiba o que é um planeta
Em agosto de 2006, mais de 11 mil astrônomos profissionais se reuniram para responder o que é um planeta. Entenda o caso Plutão, o planeta anão.

Em 24 de agosto de 2006, a União Astronômica Internacional definiu o que é um planeta, planeta anão e outros pequenos corpos menores do Sistema Solar. A necessidade de realizar essas definições surgiu do avanço tecnológico. Na época, novos objetos celestes estavam sendo descobertos na região onde se localizava Plutão, que até então, era considerado um planeta. O questionamento na época era: se Plutão é um planeta, por que os demais objetos celestes descobertos na região de Plutão, não podem se enquadrar como um planeta?

A União Astronômica Internacional 

Fundada em 1919, a União Astronômica Internacional tem como missão promover e garantir os conteúdos relativos à ciência da Astronomia em todos os seus aspectos, incluindo pesquisa, comunicação, educação e desenvolvimento, por meio da cooperação internacional. No total são 11776 membros formados por astrônomos profissionais de todo o mundo, com nível de doutorado e ativos em pesquisas. 

Em agosto de 2006, ocorreu a famosa reunião em Praga, a capital da República Tcheca. Nessa reunião, os membros da União Astronômica Internacional realizaram um longo debate sobre qual é a melhor definição de Planeta. Pois afinal, até o presente momento, não existia uma definição oficial. Além disso, com o advento da tecnologia, novos objetos celestes estavam sendo descobertos na região de Plutão e, até maiores que Plutão.  Sendo assim, os astrônomos e os observatórios que estavam descobrindo esses objetos celestes estavam reivindicando os registros dos seus nomes para serem lembrados na História da Astronomia como os descobridores de novos planetas.

Três definições

Publicada em 24 de agosto de 2006, a Resolução B5, define que:

 Um planeta é:

 a) um corpo celeste que orbita em torno do Sol;

 b) tem massa suficiente para que sua auto gravidade supere as forças do corpo rígido,

 de modo que, assume uma forma de equilíbrio hidrostático (quase esférica) e;

 c) é um objeto de dimensão predominante entre os objetos que se encontram em órbitas vizinhas.

É interessante observar que na nota de rodapé da Resolução B5 é afirmado que

 os oitos planetas são: 

 Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Os 8 planetas do Sistema Solar

Ainda, no mesmo documento, temos as definições sobre planetas anões e os pequenos corpos do Sistema Solar. Define-se planetas anões como:

 a) um corpo celeste que orbita em torno do Sol;

 b) tem massa suficiente para que sua auto gravidade supere as forças do corpo rígido,

 de modo que, assume uma forma de equilíbrio hidrostático (quase esférica);

 c) não precisa ser um objeto de dimensão predominante entre os objetos que se encontram em órbitas vizinhas e;

 d) não é um satélite.

Para os demais objetos celestes e, com exceção dos satélites, a União Astronômica Internacional criou uma categoria. Está descrito na Resolução 5B que:

todos os outros objetos, exceto satélites, orbitando o Sol devem ser referidos coletivamente como "pequenos corpos do Sistema Solar".

Em nota de rodapé, a União Astronômica Internacional esclarece que são exemplos de pequenos corpos do sistema solar a maioria dos asteroides, a maioria dos objetos trans-netunianos, cometas e os demais corpos menores presentes no Sistema Solar.

Um "novo" planeta anão: o caso Plutão

Diante destas definições, muitos defensores de Plutão, iniciaram um movimento para que Plutão não fosse categorizado como planeta anão. Principalmente os americanos, pois a descoberta de Plutão é associada ao americano Percival Lowell. Diante deste e de outros movimentos que estavam acalorados na época, a União Astronômica Internacional resolveu publicar a Resolução B6, onde afirma que: 

 Plutão é um "planeta anão" pela definição acima e é reconhecido como o protótipo de uma nova categoria de objetos trans-netunianos.

Ou seja, com essa publicação, em conjunto com a publicação da resolução 5, a União Astronômica Internacional coloca um ponto final nesta discussão. Planetas, planetas anões e pequenos corpos do Sistema Solar possuem definições claras e objetivas.

Aprenda a localizar os planetas e as estrelas no céu da sua cidade

É possível observar a olho nu no céu da sua cidade cinco planetas, mesmo que você esteja numa cidade com poluição luminosa. São os planetas Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. E é justamente para ensinar como localizar e contemplar esses planetas que o professor Marcos Calil elaborou o curso "Astronomia Observacional a olho nu: Stellarium e Planetas". 

Adquirindo esse curso, você saberá como instalar e configurar o software gratuito Stellarium, para simular o céu da sua cidade, apresentando as posições dos planetas e dos demais objetos celestes que podem ser observados a olho nu ou com telescópio.

Não perca essa oportunidade de adquirir este curso. 

E mais! Digite o código MAEMAIL1 e obtenha 8% de desconto. Essa promoção é válida para todos que cadastraram seus e-mails no Momento Astronômico e é válida até 15/03/21, às 23:59.

São cinco vídeos aulas, num total de 3 horas e 25 minutos de vídeo, além de uma vídeo aula bônus com o tema "Configurando Stellarium: Objetos do Sistema Solar", contendo 19 minutos de aula. Ao adquirir o curso, você terá acesso a conteúdos exclusivos que oferecem diversos materiais impressos e links. O curso dá acesso também as lives realizadas no YouTube pelo professor Marcos Calil todas as terças feiras, às 21 horas para aprender cada vez mais sobre outros fenômenos astronômicos que irão ocorrer no céu da sua cidade como, por exemplo, chuvas de meteoros, ocultações de estrelas pela Lua, Lua próxima dos principais objetos celestes e muito mais.

Não perca essa oportunidade e adquira agora seu curso "Astronomia Observacional a olho nu: stellarium e planetas" . Digite o código promocional MAEMAIL1 e obtenha 8% de desconto.

Bons céus para todos nós!

Siga o professor Marcos Calil nas redes sociais





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



DIVERSÃO  |   13/05/2021 12h45


DIVERSÃO  |   13/05/2021 12h05


DIVERSÃO  |   13/05/2021 04h45