REGIÃO

Campo Mourão entra em lockdown absoluto durante o fim de semana
Todos os estabelecimentos só podem atender por delivery ou retirada até próxima semana




Foto: Reprodução/Folha de Londrina

Na cidade de Campo Mourão/PR, o prefeito Tauillo Tezelli (Cidadania) prorrogou o decreto de restrições até o dia 1º de abril; a política com regras mais rígidas para enfrentamento a pandemia de Covid-19 está em vigor desde o dia 10/03. A principal mudança é o fechamento do comércio em geral, incluíndo mercados, durante todo o fim de semana (entre 19 a 21 de março), permitindo apenas operações no modo delivery e retirada no balcão; a decisão foi do Comitê de Crise Covid em conjunto com a Secretaria de Saúde do município.

As farmácias operam normalmente, mas postos de combustíveis estão autorizados somente para abastecimento (lojas de conveniência continuam fechadas). As igrejas poderão abrir somente na próxima semana, com ampliação dos atuais 15% para 30% de ocupação da capacidade do local. A política de toque de recolher, ou “Lei Seca”, continua vigorando das 20 às 5 horas; a venda e consumo de bebidas alcoólicas em espaços públicos e/ou coletivos está proibida.

Infelizmente estamos apertando o cerco cada vez mais. Os números de casos de mortes não param de aumentar e a nossa preocupação agora é com a possível falta de insumos médicos como remédios e até oxigênio [...] Isso sem falar dos pacientes que estão no local à espera da liberação de leito hospitalar para internamento. A situação é caótica", declarou o prefeito, ao pedir a colaboração dos moradores.

Campo Mourão já registrou até quarta-feira (17/03) 6.330 casos confirmados e 114 óbitos, conforme relatório do secretário municipal de Saúde, Sergio Henrique dos Santos; 28 pacientes estão intubados na Santa Casa, 6 no Pronto Socorro local, e 3 na UPA.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



REGIÃO  |   19/04/2021 15h15





REGIÃO  |   19/04/2021 08h18


REGIÃO  |   16/04/2021 19h33