MARINGÁ

Maringá recebe novo lote de vacinas contra Covid-19
Quase 30 mil doses serão distribuidas entre a cidade-canção e os municípios vizinhos


Foto: Divulgação/Agência Estadual de Notícias

A Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa) enviou nesta segunda-feira (22/03) mais de 369 mil doses de vacina contra a Covid-19 para as 22 Regionais de Saúde do estado. A 15ª Regional de Saúde, que representa a região de Maringá/PR, recebeu 29.500 doses da CoronaVac para serem aplicadas em idosos acima de 70 anos; elas serão distribuídas entre os municípios da região.

As doses correspondem a nona remessa entregue pelo Ministério da Saúde no último sábado (20/03), composta por 240,4 mil doses; e a segunda metade da remessa anterior, recebida no dia 16/03, somando mais 129,2 mil doses. O lote que será utilizado constitui em 363,4 mil doses da Coronavac, produzidas pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac Biotech; e 6.250 da Oxford/Astrazeneca, produzidas em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Estamos sob orientação direta do Ministério da Saúde fazendo com que todas essas doses cheguem aos paranaenses e fiquem imediatamente à disposição dos municípios. Faço um apelo para que os municípios gastem todas essas vacinas, é fundamental que elas sejam utilizadas o mais rápido possível”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. Parte das doses foram enviadas por via aérea do Aeroporto do Bacacheri em Curitiba/PR para 15 regionais; outras sete recolheram diretamente no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar).

Agora há dois grupos prioritários na campanha de vacinação estadual: Idosos de 70 a 74 anos, e comunidades quilombolas. A quantidade de idosos que será vacinada corresponde a 78,87% da população do grupo no Estado, enquanto que nos quilombolas, serão vacinados 63,1% do total do grupo; profissionais da saúde no Paraná receberão mais 11.850 doses. Na 15ª Regional de Saúde de Maringá, 7.130 doses serão destinadas para idosos de 75 a 79 anos, 21.600 para idosos entre 70 e 74 anos, e 770 para trabalhadores da saúde.

Com o aumento da produção de vacinas no Brasil, a expectativa é de que as doses finais cheguem para a aplicação dentro do período recomendado pelas fabricantes. "O Ministério da Saúde nos garante um maior fluxo de vacinas, e eu reitero a necessidade de que esse fluxo seja cumprido. Estamos em um momento em que precisamos ampliar a base de vacinados. Aumentando as pessoas vacinadas pela primeira dose, rapidamente nós conseguimos duplicar esse número”, declarou o secretário.

Confira a quantidade de doses que cada Regional de Saúde recebe nesta remessa:
 
  • 1ª RS – Paranaguá – 9.000 doses
  • 2ª RS – Metropolitana de Curitiba – 103.640 doses
  • 3ª RS – Ponta Grossa – 18.030 doses
  • 4ª RS – Irati – 4.760 doses
  • 5ª RS – Guarapuava – 15.950 doses
  • 6ª RS – União da Vitória – 4.890 doses
  • 7ª RS – Pato Branco – 9.100 doses
  • 8ª RS – Francisco Beltrão – 12.310 doses
  • 9ª RS – Foz do Iguaçu – 11.800 doses
  • 10ª RS – Cascavel – 16.970 doses
  • 11ª RS – Campo Mourão – 12.110 doses
  • 12ª RS – Umuarama – 10.540 doses
  • 13ª RS – Cianorte – 4.980 doses
  • 14ª RS – Paranavaí – 9.680 doses
  • 15ª RS – Maringá – 29.500 doses
  • 16ª RS – Apucarana – 13.630 doses
  • 17ª RS – Londrina – 38.050 doses
  • 18ª RS – Cornélio Procópio – 9.200 doses
  • 19ª RS – Jacarezinho – 10.280 doses
  • 20ª RS – Toledo – 14.650 doses
  • 21ª RS – Telêmaco Borba – 5.450 doses
  • 22ª RS – Ivaiporã – 5.130 doses





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM