MARINGÁ

UEM é 6ª melhor universidade estadual do Brasil de acordo com pesquisa do IGC

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) é a 6ª melhor universidade estadual do país, se consolidando como uma das mais respeitadas e conceituadas do Brasil. É o que aponta o indicador oficial de qualidade do ensino superior brasileiro, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/Ministério da Educação), conhecido como Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC).

Os dados do Inep referentes ao ano-base de 2019 também posicionam a UEM como a 2ª melhor estadual do Paraná, atrás apenas da Universidade Estadual de Londrina (UEL). A UEM mantém o conceito 4 desde 2007, considerado de excelência (o máximo é 5).

Tradicionalmente, o IGC é divulgado anualmente pelo Inep em dezembro do ano posterior à análise, mas desta vez foi divulgado somente na última sexta-feira (23). No índice de IGC Contínuo, a UEM apresentou ligeiro aumento: de 3,646 em 2018 para 3,648 em 2019.

Como o IGC é calculado? – De acordo com o Inep, para se chegar ao conceito IGC, de 1 a 5, são consideradas: a) a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC), considerando o último ciclo do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade); b) a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrados e doutorados), atribuídos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) na última avaliação trienal; c) a distribuição dos estudantes entre as diferentes etapas de ensino superior (graduação ou pós stricto sensu). O IGC é um dos componentes que ajudam a definir políticas públicas para o ensino superior.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM