MARINGÁ

Maria fumaça é tombada como patrimônio histórico de Maringá

A Comissão Especial de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Maringá aprovou o tombamento da Locomotiva 608, a “Maria Fumaça”, no Parque do Ingá.

A ação, visa preservar como patrimônio da cidade. A máquina foi fabricada no final do século XIX, nos Estados Unidos, na Filadélfia, e está entre as 14 locomotivas a vapores remanescentes no Paraná.

Conduzida pelo maquinista José Mariano, chegou em Maringá no dia 31 de janeiro de 1954 para inaugurar a estação ferroviária do município. De acordo com informações da Secretária Municipal de Cultura, a estação funcionou na cidade durante 37 anos, de 1954 a 1991, e demolida para dar espaço ao projeto de ocupação do Novo Centro. Nesse mesmo momento foi encaminhada ao Parque do Ingá, para ser melhor apreciada pelos maringaenses.

Na época, a operação foi feita em trilhos provisórios, instalados trecho a trecho pelas avenidas Tamandaré e São Paulo, por onde um trator puxou a locomotiva. E foi em razão dessa importância que, a gestão do prefeito Ulisses Maia, atendendo recomendações da Comissão Especial de Preservação do Patrimônio de Maringá, restaurou o Bem Cultural, e oficializa a inscrição no Livro de Tombo de Bens Históricos que registra diferentes facetas da história maringaense.

Leia mais clicando AQUI.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM